Folha de São Paulo - 28.01.2020

(Chris Devlin) #1

aeee


mercado


A20 Terça-Feira,28DeJaneiroDe2 020


Wuhanficanocentrodasmaiorescidadeschinesas

400 km

Beijing

Guangzhou

Shanghai
Hangzhou

Chengdu

População daregião metropolitana, em milhõesdepessoas

Guangzhou
Shanghai
Chongqing
Beijing
Hangzhou
Wuhan
Chengdu
Tianjin
Xi’an
Jinan
Fontes:AFP eworldatlas.com

Tianjin
Xi’an Jinan

CHiNA

MonGÓLia

ÍnDia

rÚSSia

JaPÃo

Fucheu
Taiwan

Chongqing

Wuhan

rioYangtzé

44 , 3
36
25 , 2
22 , 5
21 , 1
19 , 8
18
16
14
13

Em 2003 ,comaSars, onú-
merodepassageiros aéreos
naÁsia caiu 45 %. Hoje,otu-
rismo naregiãoestá mais de-
pendente da China. Seoefei-
toserepetir,“levariaauma
queda entre 1 , 5 e 2 pontos
percentuaisdoPIB dos paí-
ses mais vulneráveis”,afirma
aCapital Economics.
Em 2018 , 8 , 4 milhões de chi-
neses visitaramoJapão— 1
decada 4 turistasnopaís, se-
gundoaOrganizaçãoNacio-
nal deTurismoJaponês.Eles
compram 90 %doscosmé-
ticosvendidosaturistas no
país, apontarelatório do Mit-
subishiUFJ MorganStanley.
NaTailândia, ondeoturismo
representa 18 %doPIB,chineses
são mais de 25 %dos visitantes.
Nopior momento daSars,diz
aCapital Economics,ototal de
chinesesedevendas novare-
jo no paíscaíram pelametade.
Otemorcausado pelovírus
fezomercado financeiroter
um pregão deforteaversãoa
risconestasegunda-feira( 27 ).
ABolsabrasileirateveque-
da de 3 , 3 %,amaior desde ju-
nho de 2019 ,a 114. 481 pontos.
Juntas, PetrobraseVale, que
caiu 6 %, perderam R$ 34 bi-
lhões emvalor de mercado.
Odólarcomercial chegou a
baternos R$ 4 , 23 efechouem
altade 0 , 5 %,aR$ 4 , 21 ,maior
valor desde 2 dedezembro.
OdólarturismofoiaR$ 4 , 38.
Ograma do ourosubiu
1 , 65 %, paraR$ 215 , 51.
Em momentosdeaversão a
risco,oinvestidortendeaven-
deraçõesecomprarativosmais
seguros,como ouroedólar.
Para LucasTambellini, estra-
tegistadoItaúBBA, otemor
comoavançodocoronavírus
foiummotivoparainvestido-
resembolsaremganhos.
Nasúltimas semanas, Bolsas
chegaram às máximas histó-
ricas. “O mercado estavaem
trajetóriaderesultados mui-
tosbons.Faltavaumgatilho
paraarealização de lucro”,diz.
Mercadosdetodoomundo
tiveramfortequeda.Bolsas
de EuropaeEUAtiveram os
maioresrecuos em mais de três
meses: Londres,PariseFrank-
furtcaíram 2 , 5 %,eDow Jones
eS&P 500 , 1 , 6 %cadauma. A
Nasdaqcedeu 1 , 9 %,eaBolsa
deTóquioteve queda de 2 %.
Omercado acionário chinês
seguefechado pelo Ano-No-
voLunaraté 3 defevereiro. A
princípio, as atividadesretor-
nariam na quinta( 30 ), mas o
governo estendeuoferiado.
Para conterovírus, Pequim
tambémadotou medidasde
confinamentoparaaregião
metropolitana deWuhan, ber-
ço docoronavírus, assimcomo
quasetodaaprovínciacen-
tral de Hubei,aque pertence.
Wuhanéuma megalópo-
le industrial, entredois eixos
importantes:Yangtzé,orio
mais longodaÁsia, queatra-
vessaacidade de oestealeste,
eoeixonorte-sul do tremque
vaidePequimaHongKong.
Alémdisso,delápartemvo-
os diretos paraEuropa, Orien-
te MédioeEUA,oque podeter
contribuído paraapropagação
do vírus. Ao menos 81 pessoas
morreramemais de 2. 700 fo-
raminfectadas na China desde
osurgimento docoronavírus,
no fim de dezembro.Desde
então,seespalhou pelaÁsia,
Europa, EUAeAustrália.
Wuhan está comatividades
paralisadas. Importanteci-
dade industrial,éumcentro
automotivo, berçodaDong-
feng,asegundamaior mon-
tadoradopaíseparceiradas
japonesas NissaneHonda.
Além da paralisação das in-
dústrias daregião,companhi-
as de outraspartes do país es-
tenderamorecessodoAno-
Novo,provocandofortequeda
no preçodematérias-primas.
Nestasegunda,obarril de
petróleoBrent caiu 2 %, abai-
xo de US$ 60 pela primeiravez
desde outubro, derrubando as
ações da Petrobras em 4 , 3 %.
Com agências de notícias


Continuação da pág.A


Vírus ameaça


PIB chinês e


economia global


Estradas vazias naregião deWuhan, na China, nestasegunda-feira(27); governo prorrogouferiado paratentarcontercoronavírus Cheng Min/Xinhua

análise


  • EduardoSodré


SãoPauloAimportânciade
Wuhanparaaindústria au-
tomotivavai além da produ-
çãodepeças eautomóveis. A
cidadeéumdos principais
polos de desenvolvimen-
todeveículos elétricosdo
mundo,com apoio direto
da universidade local.
OgrupoPSAPeugeotCi-
troën, que estáemproces-
so de fusãocomaFCA Fiat
Chrysler,tem trêsfábricas
naquelaregião em parceria
comaDongfeng.Amonta-
dorafrancesa estápresente
na China desde 1992.
Em 2018 ,carros elétricos
da empresacomeçarama
circular pela cidade chine-
sa em sistemadecomparti-
lhamento. Aexperiênciateve
início nazona de desenvolvi-
mentoeconômicoetecnoló-
gicodaregião,queconcen-
tra aindústria automotiva.
Em setembrode 2019 ,ogru-
poPSAconfirmou que au-
tomóveis elétricosehíbri-
dos produzidos emWuhan
serão lançados em 2020.
Os futurosveículosterão
tecnologia global e, em um
primeiro momento, serãovol-
tados paraomercado chinês,
onde 1 , 2 milhão deveículos
movidosaeletricidadeforam
comercializadosem 2019.
Onúmeroérelevante,ese-
ria ainda maiorcasoaChina
não tivesse iniciadooprocesso
deredução de incentivos para
compradecarros menospo-
luentes. Há discussõeseman-
damentoparaque oprograma
de desoneração seja prorroga-
do ou,aomenos,tenhaetapas
maislongas, paranãoreduzir
bruscamenteasvendas.
Otamanho do mercadocon-
sumidorpossibilitaque mon-
tadoras aceleremoretorno
dos investimentos necessári-
os paradesenvolverveículos
elétricos. Daívemaimportân-
cia da cidade, que hoje está

Confinada,Wuhanéumdos principais


polos deveículos elétricos do mundo


Cidadeconcentraindústria automotivaetem projetos em parceriacomgigantes internacionais


isolada: suazona detecno-
logiaéoambienteperfeito
paradesenvolverveículos
globaise,emprazosmais
curtos,colocá-los nas ruas.
Em 2011 ,aNissan escolheu
Wuhancomo cidade-piloto
paraseu processode eletri-
ficação na China. Seteanos
depois, anunciou um inves-
timentodeUS$ 900 milhões
no país,comconstrução de
umanovafábricanaregião.
AAliança Renault-Nissan-
Mitsubishitambémtema
Dongfengcomo parceira.
Agigantechinesainveste
ainda na produção de ba-
terias paraveículos elétri-
cosemWuhan, por meio da
subsidiária Amperex.
AHonda inaugurou suater-
ceirafábricanaregiãoem
2019 .Foi investidooequiva-
lenteR$ 1 , 8 bilhãoe,deacor-
docomamontadorajapo-
nesa, um dos objetivos da
novaplantaédesenvolver e
produzirveículoselét ricos.
Em 2016 ,aGeneralMotors
anunciouaexpansão de sua
linhafabril emWuhan.Oin-
vestimentodeUS$ 1 , 1 bilhão
visavaampliaracapacida-
de produtivade 360 mil para
600 milunidadespor ano.
Se há montadoras, hátam-
bémfornecedores.Azona
de desenvolvimentoabri-
gasistemistascomoValeo
(sistemas elétricos, lâmpa-
das,radiadores etc.),Faure-
cia(bancoseestofamentos)
eCummins(motores).
Comtodos osrecursosreu-
nidos em um só lugar, Wuhan
sefortalecia nocenário glo-
bal do desenvolvimentoau-
tomotivocomfocono futu-
roelétrico. Portanto,ospre-
juízoscausados pelocorona-
vírus não poderão sercalcu-
lados apenaspelosveículos
ecomponentes que deixa-
rãodeser produzidos, mas
também pelostesteseavan-
çosnosetor de mobilidade
limpa que serão adiados.
Leia mais sobrecoronavírus
em Saúde

Linha de produção da Dongfeng Honda emWuhan, quetem
como um dos objetivos desenvolverelétricos 27.nov.19/AFP

$
Osgrandes
números da
indústria deWuhan

•Produz60%dos
trilhosde alta
velocidade da China

•Suasfábricas
empregam5milhões
de trabalhadores
de outrasregiões

•Com setorescomo
microprocessadores
ebiomedicina,
éanona cidade
chinesacom melhor
desempenhoemnovas
tecnologias,segundo
oInstitutoMilken


  • 160 empresas
    japonesasestão
    presentes na cidade


•Commais de 10
fábricasde veícul ose
cercade500 fabricantes
de equipamentos,
lá foramfabricados
1,7 milhãode
veículos em 2018

Base daRenault
edaPSA na China

APSA temtrês
fábricasnacidade,
com2.000funcionários

ADongfeng,segunda
maiorfabricante
do paíseparceirada
Nissan edaHonda,
foifundadaemWuhan

PLAtAformA
AeroPortuáriA
Há voos diretosde
Wuhanpara:
•Europa
•Oriente Médio
•Estados Unidos

Fontes: aFPeworldatlas.com
Free download pdf