IMPACTO - 19-06-2020

(IMPACTO) #1

16
LUCÉLIA 19 DE JUNHO DE 2020


WWW.
IMPACTONOTICIAS.COM.BR/

ACESSE LUCELIA


Eleições 2020 em Lucélia


poderá contar com três


concorrentes


“Decisão de ser ou


não candidato será


definida no momento


oportuno”, diz Carlos


Junior


JOÃO VINÍCIUS
joãovinicius@gimpacto.com.br

Apesar de ainda não anunciar ofi-
cialmente que buscará mais quatro
anos de mandato, o prefeito de Lucé-
lia Carlos Ananias Junior (PTB) deve
disputar novamente o pleito deste
ano. Bem avaliado pela população, a
busca pela reeleição é dada como cer-
ta nos bastidores políticos.
Mesmo com a aprovação em alta,
o gestor municipal poderá ter pelo

Carlos Junior (PTB), Elizandro Valério – o Bico (PP) e Tatiana


Guilhermino (PV) devem disputar o Executivo municipal este ano


menos dois concorrentes na eleição
de 2020. Elizandro Valério, o Bico
(PP), e Tatiana Guilhermino (PV), já
anunciaram pré-candidaturas e al-
mejam o voto de parte da população
que questiona a gestão Ananias Ju-
nior.
Na eleição passada, o atual prefei-
to recebeu pouco mais de 32% dos vo-
tos, sendo favorecido pela quantidade
de candidatos – quatro. A disputa no-
vamente polarizada aliada a avaliação
positiva da Administração Municipal
pode favorecer o prefeito de Lucélia.

Prefeito de Lucélia, Carlos Ana-
nias Junior (PTB) afirma que ainda
não definiu se buscará mais um man-
dato. Ao IMPACTO, o gestor pontua
que o trabalho está concentrado no
enfrentamento a pandemia da Co-
vid-19, sendo que as articulações po-
líticas ficam em um segundo plano
neste momento.
“Hoje estou extremamente focado
nas obras que foram contratadas por
meio de recursos federais e estadu-
ais, porém, pendentes em virtude da
pandemia. Também sigo empenhado
em relação ao controle e combate da
Covid-19 que, infelizmente, já fez víti-
mas em nosso município. Em relação
à decisão de ser ou não candidato isso
será definida no momento oportuno,
juntamente com várias lideranças
e outras opções que o grupo possa
apresentar. Mesmo porque existe
uma grande interrogação quanto a
realização do pleito neste ano, e como
atualmente respondo pela condição
de prefeito, qualquer antecipação do
processo eleitoral tomarei providen-
cia para que a máquina administra-
tiva seja preservada e poupada não
sendo como instrumento eleitoral”,
garante.
Mesmo com as controvérsias que
giram sua administração, Carlos Ju-
nior tem avaliação positiva por boa
parte da população, o que deve moti-
var sua busca por mais quatros anos à
frente da Prefeitura. Ele também ava-
lia positivamente o trabalho realizado
até agora.
“O orçamento do Município está
engessado e totalmente comprometi-
do. Existem várias demandas e pro-
blemas a serem resolvidos nas áreas
de saúde e assistência social investi-

Existem várias
demandas e
problemas a
serem resolvi-
dos nas áreas
de saúde e as-
sistência social
investimentos
para a geração
de empre-
gos, cultura,
esporte, lazer e
turismo, além
da recupera-
ção permanen-
te das ruas da
cidade”.

“Hoje estou extremamente focado nas
obras que foram contratadas por meio de re-
cursos federais e estaduais, porém, pendentes
em virtude da pandemia”.

“Nosso projeto político e administrativo para o
município de Lucélia cada dia fica mais forte e maduro,
nosso grupo progressista está com uma chapa pura de
pré-candidatos a vereadores”.

A análise é compartilhada pelo
grupo de oposição, que buscou nome
único para a disputa deste ano. Po-
rém, até o momento não houve êxito.
Outros nomes até então com in-
tensões de disputar as eleições foram
descartados devido à baixa aceita-
ção por parte da população. Agora,
o grupo de oposição se concentra na
servidora pública da área da saúde
Tatiana Guilhermino. E, em paralelo,
Bico novamente busca viabilizar sua
candidatura também como opositor,
no projeto iniciado na eleição de 2016.

mentos para a geração de empregos,
cultura, esporte, lazer e turismo, além
da recuperação permanente das ruas
da cidade. Mas, como o orçamento do
Município está comprometido para
se fazer o investimento nessas áreas
citadas, contamos apenas com recur-
sos estaduais e federais. Mesmo desta
forma, a avaliação é positiva, pois o
município de Lucélia retornou a con-
tatos políticos em São Paulo e em Bra-
sília o que possibilitou vários investi-
mentos. É lógico que não resolvemos
todos os problemas, mas a cidade está
credenciada politicamente e continu-
ará angariando recursos”, avalia Car-
los Junior.
O prefeito destaca ainda as con-
quistas deste primeiro mandato,
como a retomada de obras paralisa-
das há mais de 10 anos na cidade. Os
exemplos citados pelo administrador
são: a Emei Stela Maria Dutra Pinto
(Vila Rennó), o Cento Odontológico
de Lucélia (COL), a quadra coberta
Adjair Barcelos (Emei José Candido
e Emef Prof. Carlos Bueno) e o Cen-
tro Comunitário Antônio Macagnani
( Jardim das Flores, Morada do Sol e
Santa Lúcia).
“Também promovemos a renova-
ção da frota municipal da Saúde com
aquisição de ambulâncias, ônibus, ve-
ículos diversos e equipamentos para o
centro de Saúde e Santa casa. Os seto-
res de Educação e Assistência Social
também receberam novos veículos”.
Alvo constante de reclamações
nos últimos anos, a pavimentação as-
fáltica é outro ponto enfatizado como
positivo pelo prefeito de Lucélia. “Re-
cuperação da malha viária e infra-
estrutura com operação de recapea-
mento e tapa-buracos, sanado 80%

dos problemas existentes da época
que assumimos a prefeitura”, afirma.
Ainda, segundo Carlos Junior, a
Prefeitura resolveu várias pendên-
cias judiciais. “Foram pagos aproxi-
madamente R$ 6 milhões em preca-
tórios referentes a ações trabalhistas
e ação de indenização em virtude de
falecimento ocorrido de mandatos
anteriores. Além disso, o Município
repassou R$ 4,2 milhões de recursos
oriundos do Fundo Nacional de Saú-
de, assim como, em três anos e meio,
aproximadamente R$ 11 milhões para
Santa Casa de Lucélia, que foram uti-
lizados para pagamentos de médicos,
funcionários, compra de medicamen-
tos, materiais de limpeza, pagamento
de dívidas trabalhistas e com forne-
cedores, parcelamento de encargos
previdenciários como INSS, Imposto
de Renda que foram descontados dos
profissionais”.
Atualmente filiado ao PTB, já
que foi eleito em 2016 pelo PSB,
Carlos Junior destaca também a
relação política com as esferas esta-
dual e federal. ”Uma das principais
conquistas do Município foi o re-
torno do elo político com os Gover-
nos Estadual e Federal, por meio de
vários deputados estaduais e fede-
rais e senadores de vários partidos
políticos que não mediram esfor-
ços para enviarem recursos através
das emendas parlamentares para
serem investidos em nossa cidade.
Isso somente foi possível em vir-
tude de uma ação imparcial por
minha parte em receber a todos e
divulgar através da imprensa e das
redes sociais o nome de todos que
colaboraram, bem a como os recur-
sos praticados”, conclui.

CARLOS JUNIOR – PTB


Prefeito de Lucélia
Foto: Arquivo Pessoal

O atual pre-
feito recebeu
pouco mais
de 32% dos
votos, sendo
favorecido pe-
la quantidade
de candidatos


  • quatro.

Free download pdf