IMPACTO - 10-07-2020

(IMPACTO) #1

18
ADAMANTINA 10 DE JULHO DE 2020


“A PM está à
disposição pelo
telefone 190 para
que consumidores
e comerciantes
locais denunciem
qualquer suspeita
de distribuição de
nota falsa”.

Polícia Militar orienta como


identificar notas falsas


DAYANE MILANI
dayane@gimpacto.com.br


A Polícia Militar de
Adamantina efetuou a
prisão de um homem, de
29 anos, por portar no-
tas falsas. Ao todo foram
apreendidas R$ 1.110 em
notas de R$20, R$ 10 e
R$ 5. A detenção foi na
quarta-feira (8).
De acordo com o Bo-
letim de Ocorrência, ao
perceber a presença da
viatura da corporação o
acusado demostrou ner-
vosismo. A atitude cha-
mou a atenção da equipe
policial.
No momento da
abordagem, os militares
encontraram no bolso
da calça do suspeito R$
600 em notas de R$ 20,
todas falsificadas.
Ao ser questionado
sobre as notas, o homem
disse que havia encon-
trado em um campo de
futebol no Jardim Ada-
mantina. Ele também
confirmou que na sua
residência haviam ou-
tras cédulas.
Na residência, os
policiais encontraram
mais R$ 510 em notas
falsas, de R$ 20, R$ 10 e
R$ 5.
O acusado recebeu
voz de prisão e condu-
zido a Polícia Federal de
Marília. Ele permanece
a disposição da Justiça.


ORIENTAÇÕES


De acordo com o co-
mandante da 2ª Compa-
nhia da Polícia Militar
de Adamantina, Capi-
tão Eder Mazzini Bres-
san, com o avanço da
tecnologia a falsificação
tem se aperfeiçoado, e
as pessoas devam ficar
mais atentas. A primei-
ra orientação é para que
nunca se receba uma
nota fechada, já que isto
dificulta identificar a
falsificação.
Segundo o militar,
é importante que a po-
pulação faça denúncias
de pessoas que sejam
suspeitas de distribuir
notas falsas no comércio
adamantinen-
se. “A PM está
à disposição
pelo telefone
190 para que
consumidores
e comerciantes
locais denun-
ciem qualquer
suspeita de
distribuição
de nota falsa”,
afirma.
Capitão Bressan ex-
plica que mesmo a apre-
ensão desta semana
tenha sido de notas de
valores baixos a popula-
ção deve atentar-se prin-
cipalmente quanto às no-
tas de maior valor, pois
estas que geralmente são
as mais falsificadas.

Corporação apreendeu nesta semana notas de R$20, R$ 10 e R$ 5 em
Adamantina. Ao todo foram R$ 1.110, em cédulas falsificadas

Câmara realiza


sessão extraordinária


nesta sexta


Adamantina


recebe máquina


motoniveladora


A Câmara Municipal de Ada-
mantina realiza, nesta sexta-fei-
ra (10), sessão extraordinária às
11h. Três projetos de lei estão na
pauta para serem apreciados pe-
los vereadores.
Em discussão única, os parla-
mentares avaliarão a abertura de
crédito extraordinário no orça-
mento da Prefeitura no valor de
R$ 406.530 e repasse de subven-
ção social de R$ 100 mil para as
entidades Lar dos Velhos e Casa
dos Garotos.
Já em primeira discussão o
Projeto de Lei Complementar,
do Poder Executivo, pede auto-
rização para a Prefeitura alienar
bens imóveis mediante proces-
so licitatório para captação de
recursos financeiros que serão
reinvestidos em novos bens pa-
trimoniais.
A sessão pode ser acompa-
nhada pela Rádio Cultura FM
(99,3 Mhz) ou pelo Facebook: Câ-
mara Municipal de Adamantina.

A Prefeitura de Adamantina rece-
beu do Governo do Estado, por meio
da Secretaria de Agricultura e Abas-
tecimento, uma máquina motonivela-
dora. O equipamento no valor de R$
426.400,00 foi destinado à cidade por
meio de emenda da bancada federal
paulista.
O implemento é objeto do Progra-
ma Frota Agro–Cidadania no Campo
‘Patrulha Agrícola’. O objetivo desse
programa é possibilitar que os agricul-
tores familiares do Município tenham
acesso a equipamentos e serviços des-
tinados a lavoura com fins comerciais
e, ainda, a conservação do solo.
Adamantina fez a solicitação do
equipamento, objetivando melhorar a
trafegabilidade das estradas rurais por
meio da adequação e reabilitação dos
trechos críticos.
O implemento será empregado na
adequação visando o escoamento da
água e possibilitando que a drenagem
e o solo fiquem conservados e, ainda,
na execução de melhorias no escoa-
mento da produção agrícola.

+Notícias


Notas falsas são apreendidas pela Polícia Militar de Adamantina nesta semana |
Foto: Divulgação/Polícia Militar

“Os falsários tam-
bém usam várias técni-
cas para despistar. Su-
jam e tentam envelhecer
as notas para dificultar
a identificação. Também
é comum lavarem as no-
tas de menor valor e im-
primir uma nota maior
para tentar manter a
marca d’água. Se olhar
contra a luz podem ser
observados manchas e
incoerências”, explica.
O comandante res-
salta ainda que as no-
tas também possuem
itens de segurança que
devem ser observados


  • marcas de d’água, alto
    relevo, fio de segurança
    e o tipo de papel podem
    ajudar a iden-
    tificar o mate-
    rial falso.
    “Notando
    a incoerência
    nas notas, a
    Polícia Militar
    deve ser acio-
    nada imedia-
    tamente, e se
    quem entre-
    gou a nota não
    permanecer no
    estabelecimento devem
    ser observadas as rou-
    pas, tatuagens, caracte-
    rísticas físicas, veículo e
    qual direção tomou. Es-
    tas informações colabo-
    ram para que a polícia
    identifique o falsário
    com rapidez”, reforça o
    Capitão Bressan.

Free download pdf