Folha de São Paulo (2020-10-25)

(Antfer) #1

aeee


mundo


A18 DOMINGO, 25 DEOUTUBRODE2 020



  • FábioZanini


sãopaulo“A h... Lembrado
‘lockdown’?Todomun-
dopresoemcasa,brigan-
docomafamíliaporcau-
sa dejogosdetabuleiro,ou
tentandonãosedivorciar.
Eramtemposdivertidos.”
Assimcomeçaumvídeo
docomedianteJamesRo-
que, 29 ,nascidonasFilipi-
nasequemigrouaindacri-
ançaparaaNovaZelândia.
“Masenquantomuitos esta-
vampreocupadosemnãofi-
carsemálcool emgeloupa-
pelhigiênico, outrosestavam
preocupadoscomumacoisa
aindamaisassustadora: ra-
cismo”,prossegueelenapeça.
Ovídeo épartedeumacam-
panhalançadapelaComissão
deDireitos HumanosdaNova
Zelândia,ligadaaogoverno.
Batizadade“Racismonão
épiada”, temRoque,um


dosprincipaisnomesda
comédiastandupdopaís,
comogaroto propaganda.
Ainiciativabuscacomba-
terumproblemaquenão
énovonaNovaZelândia,
masqueseagravouduran-
teapandemia:adiscrimi-
naçãocontraascomunida-
desdedescendentesasiá-
ticosedeilhasdoPacífico,
quesomamcercade 15 %da
população.
“ANovaZelândiaprojeta
umaimagemliberal parao
mundo,masoracismoaqui
existeemmúltiplas faces”,diz
Roque,ementrevistaàFolha.
Aeficiêncianocombate à
Covid- 19 ,acivilidadenode-
bate políticoeosorrisoaber-
todaprimeira-ministraJa-
cindaArdern,reeleitanes-
te mêspormargemfolgada,
transformaramaNovaZelân-
dianumaespécie deidealde
sociedadeparagrandeparte

Racismo emaltamostralado


obscuro da Nova Zelândia


Comedianteéafacepúblicadecampanhacontradiscriminaçãonopaís


doplaneta.Houve 25 mortes
pelocoronavírus.
Apandemia,noentanto,
reforçouumcertoladoobs-
curo,epoucoconhecido
internacionalmente, nana-
çãode 5 milhõesdepessoas.
Neozelandesesdefisiono-
miaasiática, oucomnomes
chineses,passaramarelatar
episódiosdediscriminação,
pelosimplesfatodeocoro-
navírustersurgidonaChina.
Emjulho,umapesquisada
UniversidadeMassey, uma
dasprincipaisdopaís,apon-
touque 24 %dosentrevista-
dosdisseramqueprovavel-
mentedeixarãodecomer
emrestauranteschineses.
Omesmopercentualafir-
mouqueserecusariaaen-
trar emumUbercasoomo-
toristatenhanomechinês.
Tambémaumentouacrô-
nicahostilidadecontraos
maoris,povoorigináriodo
país.Cercade 20 %dapopu-
laçãoerelativamentemais
pobres,passaramaservis-
tosdeformapreconceituosa
comopropagadores dadoen-
ça,emrazãodeseusíndices
maisaltos decontaminação.
Umadasmanifestações
maiscomuns,afirmaRo-
que,sãopiadasememes ra-
cistas nasredessociais.Por
isso,adecisãodaComissão
derecrutar umcomediante
paraatacaresseponto.
“Opúblicoalvosãoas pes-
soasquenofundonãosãora-
cistas,ounãocultivamsen-
timentosdediscriminação,
mastalvezignoremofato
dequesuasaçõesestãocon-
tribuindoparaumsistema
racista”,diz ocomediante.
Aideia, afirma,écomeçara
combateroracismopelaspe-
quenasatitudesdodiaadia.
“Especialmentenainternet,
háumaavaliaçãodequevocê
sempreconseguese safar por-
queéapenasumapiada.Não
háconsequências.Masvocê
raramentepensanapessoa
queestá naoutra ponta”,diz.
RoquechegouàNovaZelân-
diaem 1999 ,quandotinha 8
anos.Seupaitrabalhavanu-
mafábricaeamãeeracor-
retora deimóveis.Migraram
atrásdemelhores perspecti-
vasprofissionais,juntando-
se aumajá numerosa comu-
nidadefilipinanopaís.
“A ntesdechegar,eulem-
brodaNovaZelândiacomo
vi numcomercialdeleite,
quandoaindamoravanas Fi-
lipinas. Umlugar imaculado,
cheiodebelasmontanhase
vacas, eaquelaspaisagens
de‘SenhordosAnéis’”,diz.
Aoseestabeleceremem

Auckland,maiorcidadedo
país,Roquepercebeuquea
realidadeidílicaerabemdi-
ferente, apartirdepequenos
episódiosdediscriminação.
Paracomeçar, amãenão
conseguiuempregoemsua
área,epassouafazer bicos.
Notrânsito, opai erachama-
dopejorativamentede“chi-
nês”sefizessealgoerrado.
Naescola, suamerendadi-
ferenteera motivodepiada.
“Eunãovianinguémque
parecesse comigonaTV, ou
pessoasemposições depo-
der,naeconomiaounapo-
lítica”, lembra.
Roqueestudouartesdra-
máticasehácercadedez
anoscomeçounacomédia
standup, apresentando-seem
teatroseprogramasdeTV.
Para acampanha,ele gra-
voudezvídeos,todosen-
tre 30 segundose 1 minuto,
quecomeçaramaserveicu-
ladoslogoapósaNovaZelân-
diaencerrar seuperíodode
confinamento, emmaio.
“A ideianosvídeos éser algo
maisinformal, enãodarser-
mão. Quandovocê dáumser-
mão, apessoaparadeouvirvo-
cê”, diz.Estáemestudouma
segundafase dacampanha.
Umacríticacomum,eaque
Roquebuscouresponder em
umdosspots, éadequecom-
bateroracismonaspiadas
seriaumaespéciededitadu-
ra dopoliticamentecorreto.
“Frequentementeaspes-
soasquedizemissovêm
deumaposiçãoprivilegia-
da.Masésóvocêencontrar
umtemaqueésensível pa-
raelaseinventarumapia-
dasobreissoquemudam
deopiniãonahora”,afirma.
Ocomediantevêcomoti-
mismomoderadoavitória
eleitoraldeJacindaeofa-
todeonovoParlamento
termaioria deesquerda.
Dizqueaprimeira-minis-
trademonstroupreocupa-
çãocomaproteçãoami-
noriasnaesteiradoatenta-
docontraduasmesquitas
emChristchurch,em 2019 ,
quedeixaram 51 mortos.
“Falarefazerpromessas
éumacoisa, masrealizaré
algodiferente”,afirma.
Eledizqueogovernopode
fazermaiscontraoracismo,
masprimeirotemquecom-
baterumcertosentimentode
complacênciadapopulação.
“NaNovaZelândia,quan-
dootemadoracismoéle-
vantado,muitagentefala:
ok,mas você prefeririairpa-
ra os EUA?Eeurespondoque
nãoéporqueláépiorque
aqui nãosejaumaquestão.”

OcomedianteneozelandêsJamesRoque, deorigem filipina,
em um dosvídeos da campanhacontraoracismono país
NZ HumanRightsCommissionno YouTube

NeozelandesesconversamcomaprofessoraZhangLan,durantetradicionalfestivalchinêsem Wellington GuoLei-30.set.20/Xinhua


Conacri

GUINÉ

MALI
GUINÉ
BISSAU

SENEGAL

SERRA
LEOA

LIBÉRIA

COSTADO
MARFIM

100 km

oceano
Atlântico
Norte

17 MORREM EM ATOS
CONTRA3ºMANDATODE
PRESIDENTE NA GUINÉ

As forças de segurançada
Guinédispersaram novos
protestos contraoresultado
daseleiçõesquederam o
terceiromandatoaAlpha
Condé.Acomissãoeleitoral
confirmouos números neste
sábado(24), apontando
59,5% dosvotosparao
presidente, quetem
anos.Desdeodomingo
(18), dia da votação,pelo
menos17 pessoasmorreram
nasmanifestaçõescontra
areeleição. Avitóriaé
questionadapelaoposição,
queafirmaqueCondénão
tinhaodireitodedisputar
ocargo pelaterceiravez. O
presidente, porém,alegaque
um referendoconstitucional
reiniciouacontagemdo
limitededois mandatos. Em
meioaosatos, os serviços de
internetetelefonedeixaram
de funcionarna sexta(23),
segundomoradores.

JohnWessels/AFP

OpositordeMaduro,


LeopoldoLópezdeixa


VenezuelarumoaBogotá



  • SylviaColombo


santiagoOlíderopositor Le-
opoldoLópez,refugiadona
embaixadadaEspanhaem
Caracas desde 30 deabrilde
2019 ,quandoescapoudapri-
sãodomiciliar, saiu daVene-
zuelaacaminhodeBogotá.
Ainformaçãofoiconfir-
madapelaoposiçãovene-
zuelanaepeloseupai,ode-
putadodoParlamentoEuro-
peuLeopoldoLopezGil,em
redesocial.Gilchegouaes-
crever queseufilhoestavaa
caminhodaEspanha,onde
elemesmovive,mas apagou
apublicaçãonasequência.
Ex-prefeito domunicípio
deChacao,Lópezéoprin-
cipallíderdopartidoVo-
luntadPopularearticula-
dordaestratégia dealçar
JuanGuaidóalíderdaAs-
sembleiaNacional —para
depoistorná-loautoprocla-
madopresidenteinterino.
Em 2014 ,Lópezfoicon-
denadopelaJustiçadore-
gimechavista porsuposta-
menteestimularprotestos
violentosnasériedemani-
festaçõesqueocorreuno
paísnaqueleano.Cumpriu
3 dos 14 anosdesuasen-
tençaedepoisfoitransferi-
doparaaprisãodomiciliar,


ondeficoupordoisanos.
Em 30 deabrilde 2019 ,po-
rém,conseguiu,comoapoio
deoficiaisdoSebin(servi-
çodeinteligência)quedis-
cordavamdaditadura, sair
decasa ejuntar-seaGuaidó
numatentativadelevante.
Naqueledia, ambostenta-
ramobter oapoiodemilita-
resdissidenteseconsegui-
ramlevarmultidõesàsruas.
Atentativa, porém,acabou
frustradaereprimida.Logo
depoisdisso,Lópezabrigou-
se naembaixadada Espanha.
Asaídadoopositor dopaís
se dánummomento defrag-
mentação daoposiçãovene-
zuelanaedequedadepopu-
laridade de Guaidó. Nasredes
sociais,Guaidóironizouodi-
tador,dizendoqueaoposi-
çãoburlou“oaparato repres-
sivo” para mandarLópezao
exterior.“Maduro, você não
controlanada”, escreveu.


Maduro,vocênão
controlanada

JuanGuaidó
opositordeMaduro, noTwitter
Free download pdf