(Antfer) #1
AGOSTO 2020. EXAME. 13

precoce das crianças – consideremos as
idades entre os 0 e os 5 anos, que é tradi-
cionalmente uma altura em que apenas a
família se preocupa. E se intervier nessas
idades, há uma grande sensibilidade polí-
tica, religiosa e afins com a qual é preciso
lidar. Creio que os governantes têm medo
de poder estar a instrumentalizar de al-
guma forma as crianças... No fundo, há
uma espécie de bolha de privacidade que
todos têm medo de atravessar. A verdade
é que toda a gente sabe que os primeiros
anos de vida importam muito. Há socie-
dades, aliás, que já tentaram fazer expe-
riências desse género: retirar as crianças


dos ambientes familiares e avaliar como é
a sua evolução. Fez-se com os aborígenes,
na Austrália, com algumas tribos no EUA
e, aliás, creio que os espartanos tentaram
isso na Grécia Antiga. E se olharmos, por
exemplo, para os casos da juventude hitle-
riana na era nazi, para a China ou para
a Rússia, conseguimos perceber que, de
facto, os valores que nos inculcam duran-
te os primeiros anos de vida ficam muito
marcados. Que esses anos são essenciais.

É medo, então?
Uma criança não nasce com o seu sentido
de ser formado. Ele é formado pelo am-

Toda a educação
tem muita
importância
na ética, na
forma como as
pessoas tratam
as outras”

ULLSTEIN BILD/ GETTY IMAGES