(Antfer) #1

JornalValor--- Página 4 da edição"23/03/20201a CADB" ---- Impressa por ccassianoàs 22/03/2020@20:41:3 6


B4|Valor|Sábado,domingoe segunda-feira, 21, 22 e 23 de marçode 2020


Empresas


|
Indústria

Hoje, excepcionalmente, deixamosde publicar aAgenda tributária.


Movimento falimentar


ProcessosdeFa lênciaExtintos
Requerido:TonelliImportaçãoeEnvasamentoLtda.
ME -CNPJ: 09.212.950/0001-54-Requerente: Advo-
caciaVasconcelos - Vara/Comarca: Vara de Falências e
RecuperaçõesJudiciaisdo Distrito Federal, Brasília/DF


  • Observação:Petição inicial indeferida.


RecuperaçãoJudicialDeferida
Empresa:ImperialConstrutora eEmpreendimen-
tos Ltda., NomeFantasia Construtora Imperial-
CNPJ: 04.951.284/0001-52- Endereço: Rua Joventina
Alves, 680,Sala01, Bairro SalgadoFilho- Administra-
dor Judicial:NãoMencionadoNo Despacho-Vara/Co-
marca: 14a Vara de Aracaju/SE
Empresa:Infinity Empreendimentos Imobiliários
Ltda.-Endereço: NãoConsta- AdministradorJudicial:
NãoMencionadoNoDespacho-Vara/Comarca: 14aVa-
ra de Aracaju/SE

Cumprimento deRecuperação
Judicial
Empresa:FrancoComércioeRepresentaçõesLtda.-
CNPJ: 05.063.146/0001-08- Endereço: Rua Bernardo
Halfeld, 140 Ou Rua VereadorArthur ManoelMariano,
362,EdifícioVitória Center, BairroForquilhinha,São
José/sc - Vara/Comarca: Vara de RecuperaçõesJudi-
ciaise Falências de Florianópolis/SC - Observação:Face
aocumprimentodoplanoaprovadopelaassembleiage-
ral de credores.

RecuperaçõesJudiciaisConcedidas
Empresa:Santos & Lara Ltda.Me, NomeFantasiaS &
LClimatização-CNPJ: 09.412.488/0001-39-Endereço:
Av. São Sebastião,2058, Bairro Popular- Vara/Comarca:
1a Vara de Falênciase RecuperaçõesJudiciaisde Cuia-
bá/MT- Observação:Face à homologação do planoapro-
vado pelaassembleiageral de credores.

Metais e Petróleo
Comparativos de preços
CotaçõesVar. até a última data indicada- em %Cotaçãoem 12 meses
Metais não-ferrosos- US$/ton. *20/03/20 Há umasemana Fim de fevereiroFim de 2019 Há um ano Semana Mês Ano 12 meses Menor Maior
Alumíniohighgrade
Disponível1.580,5 1.677,01.663,01.800,01.923,0-5,75 -4,96-12,19 -17,81 1.580,5 1.900,
Três meses 1.605,01.696,01.680,01.830,01.944,5-5,37-4,46-12,30 -17,461.605,01.920,
Alumíniosecundário(liga)
Disponível1.170,01.350,0 1.351,5 1.330,0 1.450,0-13,33 -13,43 -12,03 -19,31 1.106,01.455,
Três meses 1.210,0 1.405,01.390,0 1.340,0 1.470,0-13,88 -12,95-9,70 -17,691.110,01.480,
Chumbo
Disponível1.673,51.781,0 1.869,01.923,52.013,5-6,04 -10,46-13,00-16,89 1.616,02.267,
Três meses 1.687,01.787,01.820,01.937,02.036,0-5,60 -7,31 -12,91-17,14 1.630,02.242,
Cobre grade A
Disponível4.855,05.530,55.573,06.156,06.487,0-12,21 -12,88 -21,13 -25,16 4.685,06.520,
Três meses 4.868,05.548,05.597, 06.183,06.469,0-12,26 -13,02 -21,27 -24,754.690,06.533,
Estanhohighgrade
Disponível14.500,016.400,016.225,016.850,021.375,0 -11,59 -10,63 -13,95-32,1613.400,021.600,
Três meses 14.525,016.400,016.225,016.855,021.300,0 -11,43 -10,48-13,82 -31,81 13.400,021.550,
Níquel
Disponível11.370,0 12.565, 01 2.160,014.000,013.195,0-9,51-6,50 -18,79 -13,83 11.235,018.625,
Três meses 11.450,012.620,012.250,0 14.10 0,013.255,0-9,27 -6,53 -18,79 -13,6211.340,0 18.475,
Zincospecialhighgrade
Disponível1.880,01.986,52.018,52.293,02.876,0-5,36 -6,86 -18,01 -34,63 1.820,03.018,
Três meses 1.891,02.003,02.022,02.292,0 2.844,0-5,59 -6,48-17,50-33,511.843,02.949,
Petróleo - US$/barril**20/03/20 Há umasemana Fim de fevereiroFim de 2019 Há um ano Semana Mês Ano 12 meses Menor Maior
WTI - mercadofuturo24,3632,11 44,9460,7760,48-24,14 -45,79 -59,91-59,7220,83 66,
Brent - mercadofuturo29,0035,4449,67 65,2968,27 -18,17 -41,61 -55,58 -57,5226,6973,
Fontes:Bolsade Metais de Londres e Valor PRO. Elaboração:Valor Data * Métrica ** Segunda posição

Curta


RiscodegreveemSantos
Osindicatoquerepresenta
miltrabalhadoresavulsosportuá-
riosconvocouseusmembrospara
quevotemhojeseentrarãoem
grevenoPortodeSantos,devido
àspreocupaçõescomoriscodo
coronavírus,informouaReuters.
RodneiOliveiradaSilva,presiden-
tedoSindicatodosEstivadores,
afirmouemvídeopostadonasre-
dessociaisqueavotaçãoocorrerá
emfrenteàsededaentidade.

IMPACTOSDO


CORONAVÍRUS


ConglomeradoGrupoacreditanaaprovaçãodaproposta,maspandemiapodeadiarreuniãomarcadaparaquarta


Odebrecht define novo plano de recuperação


Taís Hirata e Talita Moreira
De São Paulo

AOdebrecht tentará aprovar
nestasemanaseuplanoderecupe-
raçãojudicial, protocolado na ma-
drugada de sexta-feira, após nego-
ciações com os principais credores
do grupo.Aassembleia que votará
oplano está marcada paraquarta-
feira, mas não estáclaro se poderá
serrealizadaporcausadaparalisa-
çãoprovocadapelocoronavírus.
A companhia ainda estuda,
juntoaoadministradorjudiciale
credores,umasoluçãoparavia-
bilizarareunião, diz umafonte
próximaao grupo.Uma possibi-
lidadeé fazeruma votação a dis-
tância,masnadaestácerto.
O documentoaindaenfrenta
resistênciade ao menosum dos
bancos,aCaixa.Aqueixaéemre-
laçãoao prazode pagamento, de
até40anos,comcorreçãoapenas
peloIPCA,pelosdez primeiros

anos.Obanco,quejáseopôsàre-
daçãoanteriordo planoeche-
gou a pedirafalênciada empre-
sa, devese oportambémànova
versão,apurouoValor.
Além da Caixa, as instituições
financeiras comas dívidasmais
relevantes no processo são Itaú,
Bradesco, BNDES, Banco do Brasil,
Santander e FI-FGTS.Com exceção
da Caixa, os demais bancostêm a
maiorpartede seus créditos em
operações garantidaspor ações
da Braskem ou da Ocyan, dívidas
que ficam de fora da recuperação
judicial. Por isso, têm mais confor-
to em relaçãoao plano.
Segundofontedeumbancopri-
vado, a nova versão está em fase fi-
nal de aprovação interna. Ele ob-
serva, no entanto, que oassunto
perdeu urgênciadianteda crise
provocadapelapandemia.
Umapessoa próxima à Odebre-
cht avalia que,em alguns cenários,
seriapossívelaprovaroplano sem

adesãoda Caixa, adepender do
quórume da aprovação dos de-
maiscredores. Aavaliação do gru-
poéqueocenárioépositivo,jáque
os principaisdesentendimentos
foram sanados —e, por isso mes-
mo,haveráumesforçoparavotaro
quantoantes.Otemoréque,casoa
votação seja postergada,oce nário
possaprejudicaroacordo.
A ODB, holding do grupo, e ou-
tras 20 empresas do conglomera-
doentraramcomseupedidodere-
cuperação judicial em 17 de junho
do ano passado, com dívidas que
somam R$ 98 bilhões —desse
montante,R$48,5bilhõesserãoal-
vo da reestruturação. Desde então,
a companhia busca um acordo.
Em janeiro desteano, ogrupoche-
gou perto de um acerto,mas teve
queretomarasnegociaçõesapóso
BNDEStrazernovasexigências.
De lá para cá,uma das princi-
pais mudançasno planofoi no
processo de vendada Atvos, pro-

dutora de etanoleaçúcardo gru-
po. A Odebrecht defendia um pra-
zo de até cincoanosparaavenda
da companhia,mas oBNDES que-
ria umaalienaçãomaisacelerada
ou,aomenos,atrocadagestão,pa-
ra tirar aempreiteira do controle.
Para acomodaressa exigência, o
novo plano prevêa possibilidade
de troca de controle na Atvos em
umprazodeatétrêsanos.
Para quitar suas dívidas bilioná-
rias, o planoda Odebrechtprevê
duas fontesde receita. A primeira
delas éavenda de ativos:apetro-
químicaBraskem,aAtvos,aopera-
dorade sondas Ocyan e a Santo
Antônio Energia.Asegunda fonte
de recursosvirá de futuros divi-
dendos das companhias do grupo,
alémde possíveis recebíveisde
ações judiciais ou disputasque
possamgerarindenizações.
O pagamento começará com
as dívidasextraconcursais, um
totalde R$ 15,1 bilhõesque não

entramna recuperaçãojudicial
e têm prioridade —éocaso dos
créditosde bancosgarantidos
por açõesda Braskem.A quita-
ção, nestecaso, será feita com re-
cursosdas vendasde ativos.
Dentro do processo de reestru-
turação em si, os credores são divi-
didos em quatro classes, que, de
modogeral,consistem em: traba-
lhadores;credores com garantias
reais; quirografários (incluem
bancos e fornecedores); e empre-
sas de menorporte. As negocia-
ções mais duras estão nas classes
defuncionáriosequirografários.
No casodos funcionários, o
pagamentoserá feitoem quatro
parcelas anuais, com teto de
R$ 3milhõespor pessoa. Casoo
credortrabalhistaseja um acio-
nistado bloco de controle,o li-
miteserá bemmenor. Nesteca-
so foi fixadoem R$ 150 mil.
A classedos quirografários,
que representaR$ 33,8bilhões

de dívidas,terá duasopçõesde
pagamento. Aprimeiraérece-
ber R$ 150 mil, em dinheiro.
Quemoptarpor essa alternativa
receberáo montanteem até um
ano e sairádo processo.
A segundaopçãoédiferente
parabancosecredoresnão-fi-
nanceiros.No caso destes,opa-
gamento será feitoem parcelas,
chegando a um máximode R$ 3
milhõespor credor—neste caso,
porém, o pagamentoé menos
garantido,jáque dependededi-
videndos ou sobrasde recursos
nas vendasde ativos.
No caso dos bancos,aalternati-
vaétransformarasdívidasemtítu-
los de participaçãonos resultados,
que serão alimentadospelo lucro
das empresas epelos desinvesti-
mentos. Os bancos só começariam
a receber a partir do quarto ano, e
oprazo totalparaopagamentoé
de 40 anos,com correção pelo IP-
CApelosdezprimeirosanos.

Acordo de Boeing e Embraer enfrenta novas dificuldades


Aviação


Stella Fontes
De São Paulo

Boeing eEmbraercontinuam
trabalhando em conjunto para sa-
cramentar oacordo de compra e
vendade80%dadivisãodeaviação
comercial da fabricante brasileira,
mas há consciência dos dois lados
de queas condições parafecha-
mento da transação pioraram nas
últimassemanas,apurouoValor.
Alémda pandemiadacovid-19,

eseu impacto na economiamun-
dial, aComissão Europeiaimpôs
maisum entrave e voltou a inter-
romperoprazodeanálisedoacor-
do comercial, pedindo maisinfor-
maçõesdascompanhias.Comisso,
a aprovação da UniãoEuropeia,
condição precedente, não sairá
maisaté23dejunho,conformein-
formadoháduassemanas.
Adeterioraçãodascondiçõesde
mercadoeos impactosda covid-
19edo737Maxjáhaviamlevanta-
do dúvidas entre analistas econ-
sultoresquantoaofôlegofinancei-

ro da Boeing esua capacidade de
pagarUS$ 4,2 bilhões peladivisão
de aviação comercial da Embraer.
Na sexta-feira, a“Folha de S.Paulo”
informou, sem identificaras fon-
tes, que a companhia americana
está reavaliando o negócio, embo-
ra não haja aindauma decisão. So-
menteadesvalorização da Em-
braer desdeaconfirmação das tra-
tativas, em 21 de dezembrode
2017, já seria motivo parauma
reavaliação. De lá para cá, as ações
da fabricante caíramcerca de 50%.
Apenas na sexta-feira, abaixa foi

dequase13%,paraR$8,40.
Procurada, a Boeing informou
que não comentapublicamente
discussões entre as partes ou espe-
culações de mercado. “Estamos
trabalhando no processo de apro-
vações regulatóriaseem condi-
ções ainda pendentes para a apro-
vaçãodonegócio”, disseemnota.
A Embraer,por sua vez, infor-
mouque “continua realizando to-
das as ações necessárias paraa
conclusão da parceria com a
Boeing”.Em relação ao novo coro-
navírus,aEmbraerdecidiucolocar

em afastamento remuneradoos
funcionários que não podem de-
sempenhar suas funções remota-
mente.Oafastamento temporário
valerá até 31 de marçoe, nessepe-
ríodo, apenas“poucas atividades
essenciais”serãomantidas.
Fontes do setornão demonstra-
ram surpresacom a possibilidade
de onegócionaufragar,dado oce-
nário atual, mas ponderaram que
o governoamericano já sinalizou
com socorrofinanceiro àBoeinge
que o prazopara conclusão do ne-
góciofoinovamentedilatado.

Estão sob análiseda Comissão
Europeia atransferência do negó-
cio de aviação comercial da Em-
braer para a Boeing Brasil- Com-
mercial,que serácontrolada pela
Boeing, e aconstituição de uma
joint venture, com controle da Em-
braer, para explorar oportunidades
nos EUA para o cargueiro KC-390.
Dois mesesantesdo anúncio do
acordo, a Airbus havia anunciado
acompradoprogramadejatosco-
merciais CSeries da canadense
Bombardier. Airbus eBoeing dis-
putamaliderançamundial.

Montadoras começama parar


produção hoje emtodoo país


Veículos


Marli Olmos
De São Paulo

Apartirde hoje,as linhas de
montagem começamaser desli-
gadasem todoopaís. Aprimeira
montadora a tomaressa decisão
foi a GeneralMotors,há cinco
dias.E, comonumefeitodomi-
nó,todasas demaisseguiram o
mesmocaminho nos doisdias
que se seguiram.NissaneHyun-
dai são as únicasque aindaresis-
tiamaté sexta-feira,mas podem
decidir pela paralisaçãoa qual-
quer momento. Entrehoje eaúl-
timadezenade abrilmaisde 90
mil trabalhadoresestarãoafasta-
dos das fábricas—incluindoal-
gumasda Argentina. Em média,
maisde 10 mil veículosdeixarão
deserproduzidospordia.
Os períodos da paralisação,
provocada peloagravamento da
disseminação da covid-19, va-
riamde três aquatro semanas,
embora algumas empresas já te-
nham alertadoque poderão pos-
tergaradata de retorno, depen-
dendo da situação. Os métodos
usadospara o afastamento dos
operários misturam fériascoleti-
vas, bancos de horas e folgas. São
ferramentasjáconhecidaspores-
sa indústria, que recorre a elas to-

da avez que aparece uma crise. O
grupo PSAPeugeot Citroënnão
divulgou que ferramentas usará
parainterromperaatividade.
De maneira geral,os fabrican-
tes de veículosinformaramque
adecisãode paralisartempora-
riamenteas fábricasvisa prote-
ger funcionários,familiaresea
comunidade do entornoda pan-
demia do novo coronavírus.
Mas,não fosseisso,as linhaspa-
rariam por faltade peças. Aliás,
o presidente da Scania,Christo-
pherPodgorski, alertouparaes-
se problemaeopresidente da
AssociaçãoNacionaldos Fabri-
cantes de Veículos (Anfavea),
Luiz Carlos Moraes,chegou a ci-
tar,numaentrevista,antesde a
pandemia atingir dados mais
alarmantes,otemorde faltarem
peças a partirde abril.
Comoaproduçãode veículos
depende de itensimportados,a
indústriaautomobilísticajá se
preparava para enfrentaros efei-
tos do inícioda pandemiana
Ásia, de ondechegaa maiorpar-
te das peçasimportadas, eonde
fábricasde componentes parali-
saramno pico da contaminação.
Durantepartedo tempoem
que as equipes da área produtiva
estiveremafastadas das fábricas
o pessoal da área administrativa
continuará, em grandeparte,em
esquemadetrabalhoremoto.
É uma situaçãopela qual seto-
res produtivos comoa indústria
automobilística nunca haviam
passadoantes. Mesmocom mais

fôlegodo que empresas de me-
nor porteparaaguentar longos
período de paralisação, as multi-
nacionaisdo setortêm dúvidas
de comovão administrar um ce-
nário de incertezas.
Total de dez montadoras parali-
sarão fábricas entre hoje e quarta-
feira:Volkswagen,GeneralMotors,
Fiat Chrysler, Ford,Caoa Chery,
Toyota,Honda,BMW, PSA Peugeot
CitroeneMercedes-Benz(cami-
nhões,ônibuseautomóveis).
A indústriade caminhõestra-
balhacom produçãosob enco-
menda. Por isso, algumas marcas
manterãoas fábricasem opera-
ção maisalguns dias.No dia 30,
porém, vão parar: Volkswagen
Caminhões,ScaniaeVolvo.
Este prometia ser o quarto
ano consecutivo de crescimento
de vendasde veículosno país.
Projeçõesindicavam que o mer-
cadointernopoderiacresceraté
10% em 2020,reduzindosignifi-
cativamenteo problemade ca-
pacidadeociosanas indústrias
de veículose de autopeças. Im-
possível pensarem aumentode
vendasde bensde alto valor, co-
mo automóveis,numpaísque
tendea entrar em recessão.
Apartir de agora,as projeções
são as maispessimistas,embora
nenhumaempresaou entidade
do setorarrisque palpites.O sus-
to que todoa populaçãotomou
põe por terraatímidarecupera-
ção de confiançado consumidor
no primeirobimestre,quandoos
volumesde vendasde automó-

veis superaramos de igualperío-
do do ano passado e de 2018.O
mesmoacontececom o mercado
de caminhões, que em 2019
apresentou crescimento acima
doesperadopelosfabricantes.
Na semana passada, dirigentes
do setor disseram aoValorestar
preocupadosemmanteraomenos
a frota circulante emordem para
evitarocolapsonaentregadebens
de primeiranecessidade. Opresi-

denteda FederaçãoNacional da
Distribuição de Veículos, Alarico
Assumpção Junior, disseque ofici-
nas operando combomestoque
de peças de reposição são essen-
ciais paraatender viaturaspoli-
ciais,bombeiroseambulâncias.
SegundoPodgorski,da Scania,
as entidadesdo setorestãoem
reuniões constantesparaalertar
asautoridadessobreanecessida-
de de manter“o transportede

mercadoriasimprescindíveis”.
Asituaçãodos concessioná-
rios égrave. Comas lojasfecha-
das,nospróximosdias,nãohá
sequercomofazerpromoçõesdo
queestánoestoquedasmaisde
mil revendasdo país.O estoque
seriasuficientepara 30 dias caso
fossemantidooritmode vendas
do iníciodo mês.“O cenárioé
preocupantea partirde agora”,
destacaAssumpçãoJunior.

.


Assumpção Junior, da Fenabrave, sobre a perspectiva do concessionário:“A situaçãoa partirde agora é preocupante”

ANAPAULAPAIVA/VALOR

Canal Unico PDF - O Jornaleiro