(Antfer) #1
puramente masculino e que o mesmo se
estendia aos receptores da palavra divina,
os discípulos. Naturalmente, seus continua-
dores – os padres – deveriam ser homens,
com exclusão da mulher. “Esta concepção
patriarcal legitimava a exclusão cultural
e social da metade da natureza humana”,
completa Clélia.
A professora ainda pontua que, com a des-
coberta dos manuscritos de Nag Hammadi e
de outros textos bíblicos, o valor do feminino
do divino emergiram numa condição pró-
pria, e isso é percebido no Novo Testamento.
“O que o Novo Testamento nos traz é de fato
uma mensagem de libertação e de promoção

efetiva da dignidade e das mulheres, sua
presença ativa no Reino de Deus”, finaliza.

A mulher e o
novo testamento
Para Luciano Gomes dos Santos, pro-
fessor de cultura religiosa da Faculdade de
Direito Padre Arnaldo Janssen, também
existe uma diferença quanto ao modo como
a mulher é vista no Antigo e no Novo Tes-
tamento. “No contexto bíblico, o patriarcado
sobressai, porém, no Antigo Testamento,
a mulher exerce papéis fundamentais na
caminhada do povo de Deus: esposa, mãe,
profetisa. A mulher defende o seu povo
e busca a construção de uma
sociedade com menos vio-
lência”, comenta Luciano.
Para ele, no texto bíbli-
co, a mulher não é infe-
rior ao homem. E, como

Fotos:


Shutterstock Images


Clélia Peretti, teóloga

“A tradição impôs, durante muito tempo, que
divino era puramente masculino e que o mesmo
se estendia aos receptores da palavra divina, os
discípulos. Naturalmente, seus continuadores


  • os padres – deveriam ser homens, com
    exclusão da mulher. Esta concepção patriarcal
    legitimava a exclusão cultural e social da
    metade da natureza humana”


está na Bíblia!
“Deus criou o homem à sua imagem, criou-o à imagem de Deus; Ele os criou varão e mulher” (Gênesis 1:27).

“E à mulher disse: Multiplicarei grandemente a tua dor, e a tua conceição; com dor darás à luz filhos; e o teu desejo será para
o teu marido, e ele te dominará” (Gênesis 3:16)

“Como em todas as igrejas dos santos, as mulheres estejam caladas nas igrejas; porque lhes não é permitido falar; mas
estejam submissas como também ordena a lei. E, se querem aprender alguma coisa, perguntem em casa a seus próprios
maridos; porque é indecoroso para a mulher o falar na igreja” (Coríntios 14:33-35)

Deus contou com a ação de homens para
o seu projeto, contou também com diversas
mulheres na edificação da comunidade do
povo. “No Novo Testamento, Jesus inaugura
uma nova relação com as mulheres. Há
um reconhecimento de sua dignidade. A
figura central feminina é a jovem Maria,
que é escolhida para ser a mãe de Jesus,
conforme Evangelho de Lucas (1:26-38). As
mulheres são as primeiras destinatárias do
Evangelho, da mensagem da ressurreição de
Cristo. Segundo Jesus, elas não são inferiores
aos homens, ideia que resgata a dignidade
feminina”, completa o professor.

Pe NA de mOrTe
Nos textos da Bíblia, a pena de morte era
um fato, e não um assunto discutido como
acontece hoje. Apesar da contradição – já que
no sexto mandamento é dito “Não matarás”


  • a pena de morte é aplicada, principalmente